Vivemos momentos muito difíceis, os Fake News dominando quase todas as atividades comunicação aqui no Brasil, e tudo parece natural, colocando em risco até a  nossa jovem democracia. No mundo isto não é tão diferente assim. Vide o que Noam Chomsky (Filadélfia, 1928) alguém que superou faz tempo as barreiras da vaidade: https://brasil.elpais.com/…/…/cultura/1520352987_936609.html

Posta-se de tudo na Web, você recebe um vídeo de um avião fazendo manobras impossível, mas apurar-se, logo verifica-se que isto é apenas um brinquedo, e não um avião russo. A melhor conduta é reagir, faz-se necessário apurar tudo, e devolver para o remetente quando não for verdade. Isto é educação para a e-citizenship: https://www.researchgate.net/publication/281862001_From_Information_Society_to_Community_Service_The_Birth_of_E_-_Citizenship

 

Em um contexto em que a ideia de “notícia falsa” se tornou corriqueira, diminuindo a credibilidade das mídias digitais e tradicionais, como mostra a pesquisa Trust in News 2017, do Kantar Ibope, a imprensa nacional, depois de firmar parcerias com agências de checagem, agora entra em campo para disputar a confiança do público com a criação de serviços próprios de verificação de fatos. Ou seja, um mesmo agente que produz notícias agora passa também a verificar notícias. O que está por trás dessa lógica?

https://congressoemfoco.uol.com.br/…/grande-midia-usa-comb…/

O pior é que nós brasileiro gostamos de divulgar Fake News, as inconsciente, mas muitas vezes, de forma intencional, mesmo sabendo que são Fake News, o que é lamentável. E isto pode ser muito sério para a formação das novas gerações. A educação é responsabilidade de todos. 

https://www.researchgate.net/publication/326678418_A_era_das_fake_news_o_digital_storytelling_como_promotor_do_pensamento_critico_The_era_of_fake_news_digital_storytelling_as_a_promotion_of_critical_reading

 Estou em um grupo de pesquisa sobre pós verdade e Fake News, e pretendo divulgar os achados nos grupos dos quais eu participo, depois!

Primeiras Referências:
a)De onde vem o termo? Da década de 1890, ao que tudo indica. Disponível em: <https://www.huffpostbrasil.com/…/de-onde-vem-o-termo-fake-…/>. Acesso em: 20 jun. 2018.

b) Exposição seletiva e efeitos das Fake News na opinião pública - Comunicação Eleitoral. Disponível em: <http://www.comunicacaoeleitoral.ufpr.br/…/exposicao-seleti…/>. Acesso em: 07 jun. 2018.

c) Como “comportamento de manada” permite manipulação da opinião pública por fakes - BBC News Brasil. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/brasil-42243930>. Acesso em: 09 jun. 2018.

d) Lei contra discurso de ódio na internet entra em vigor na Alemanha | Notícias sobre política, economia e sociedade da Alemanha | DW | 02.01.2018. Disponível em: <http://www.dw.com/…/lei-contra-discurso-de-ódio-…/a-41996447>. Acesso em: 03 jun. 2018.

e) Psicologia explica circulação de “fake news”, dizem especialistas - 28/10/2017 - Mundo - Folha de S. Paulo. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/…/1931213-psicologia-explica-…>. Acesso em: 04 jun. 2018.

HUFFPOSTBRASIL.COM
 
De acordo com o dicionário Merriam-Webster, o termo já existia muito tempo antes da Pizzagate.
 
 REFERÊNCIAS:
Endereços Eletrônicos:

a) Antiviral Social Media: how can newsroom designers make debunks better? disponível em: <https://firstdraftnews.org/antiviral-social-media-how-can-newsroom-designers-make- debunks-better/>. acesso em: 22 abri. 2018.

b) Como “comportamento de manada” permite manipulação da opinião pública por fakes - BBC News Brasil. Disponível em: <https://www.bbc.com/portuguese/brasil-42243930>. Acesso em: 09 jun. 2018.

c) De onde vem o termo? Da década de 1890, ao que tudo indica. Disponível em: <https://www.huffpostbrasil.com/2017/04/05/de-onde-vem-o-termo-fake-news-da-decada-de- 1890-ao-que-tudo_a_22027223/>. Acesso em: 20 jun. 2018.

d) DELMATO, r. o Direito à Preservação da Fonte. [s.l: s.n.]. Allcott, h.; Gentzkow, m. Social Media and Fake News in the 2016 Election. Journal of Economic Perspectives, v. 31, n. 2, p. 211236, maio 2017.

e) Allcott, h.; Gentzkow, m. Social Media and Fake News in the 2016 Election. cambridge, ma: [s.n.]. disponível em: <http://www.nber.org/papers/w23089.pdf>. acesso em: 22 mai. 2018.

f) DELMANTO, R. O direito à preservação da fonte. [s.l: s.n.]. Word of the Year 2016 is... | Oxford Dictionaries. Disponível em: <https://en.oxforddictionaries.com/word-of-the- year/word-of-the-year-2016>. Acesso em: 12 jun. 2018.

g) Exposição seletiva e efeitos das Fake News na opinião pública - Comunicação Eleitoral. Disponível em: <http://www.comunicacaoeleitoral.ufpr.br/index.php/2018/03/26/exposicao- seletiva-e-efeitos-das-fake-news-na-opiniao-publica/>. Acesso em: 07 jun. 2018. 

LINKS:

E) https://www.revistas.ufg.br/ci/article/view/54005

D) https://brasil.elpais.com/brasil/2018/03/06/cultura/1520352987_936609.html

C) https://congressoemfoco.uol.com.br/eleicoes/grande-midia-usa-combate-as-fake-news-para-tentar-recuperar-credibilidade/

B) https://cartacampinas.com.br/2018/11/x-eleicoes-do-brasil-e-eua-sao-as-experiencias-mais-bem-sucedidas-na-insdutria-da-fake-news/

A) https://cartacampinas.com.br/2018/11/x-eleicoes-do-brasil-e-eua-sao-as-experiencias-mais-bem-sucedidas-na-insdutria-da-fake-news/

Referências
ERBOLATO, Mário. Técnicas de codificação em jornalismo: redação, captação e edição no jornal diário. 5a ed., São Paulo: Ática, 2002.
JORGE, Thaïs de Mendonça. Manual do foca: guia de sobrevivência para jornalistas.
OYAMA, Thaís. A arte de entrevistar bem. São Paulo: Editora Contexto 2008.
BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
CAPUTO, Stela. Sobre entrevistas: teoria, prática e experiências. Petrópolis, Vozes, 2006.
FOLHA DE S.PAULO. Manual da redação. São Paulo: Publifolha, 2011. KOTSCHO, Ricardo. A prática da reportagem. São Paulo: Ática, 2008. LAGE, Nilson. Estrutura da notícia. São Paulo: Ática, 2006.
MEDINA, Cremilda. Entrevista: o diálogo possível. São Paulo: Ática, 1995.

NOME DO PROJETO DE PESQUISA: Um modelo computacional semântico jornalistico em uma estrutura digital convergente. Estudos  de grandes jornais  sistemas no Brasil, Costa Rica, Inglaterra e Estados Unidos.

SUMÁRIO

0-ANTECEDENTES DO PROJETO- CAPES-09_2014

A)UM MODELO DE ARQUITETURA PARA O SITE DO MDM-PVE. COLAB-UFV: Um Ambiente Colaborativo para Apoio a Projetos Academicos. VIDE ARTIGO EM ANXO.

1-DOCUMENTOS OFICIAIS DO PROJETO

1.1 - SITES DO PROGRAMA CIÊNCIA SEM FRONTEIRA (Submissão)

http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/c/document_library/get_file?uuid=a79d7594-41c7-4939-895b-c33160cf3581&groupId=214072

 http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/c/document_library/get_file?uuid=7dcf733b-384d-4ccf-94e9-9cec86a8cedc&groupId=214072

2-PARTICIPANTES DO PROJETO

2.1-) REQUISITOS PARA BOLSAS NO CNPq :

http://www.capes.gov.br/images/stories/download/bolsas/2372015-Manual-Bolsistas-Pos-Doutorado-20-07.pdf 

http://www.cnpq.br/view/-/journal_content/56_INSTANCE_0oED/10157/100343

http://www.memoria.cnpq.br/normas/rn_06_016_anexo4.htm

3-PROJETO PESQUISA-MDM-PVE

4-EXECUTA-PROJETO MDM-PVE

4.1- SITE DE ACOMPANHAMENTO DO PROJETO NO GOOGLE: : https://sites.google.com/site/midiadigitalmultimodalmdm/home

4.2 REDES: WhatsAPP;  Google Group; Google Drive; 

 5-MÉTODO DE PESQUISA-DESIGN SCIENCE Research

 6-SISTEMAS  COLABORATIVOS/CSCW

8-FRAMEWORK  MODEL

9-CIBERJORNALISMO

10-WEB SEMÂNTICA

15-VISITAS DO PVE À BRASÍLIA

20-VISITAS AOS GRANDES JORNAIS

E) PAGAMENTO DE BOLSAS PELA CAPES:

https://www.capes.gov.br/images/stories/download/legislacao/Portaria174-6dez2012-PagamentoBolsas-Auxilios_DRI.pdf

F) PRESTÃO DE CONTAS DOS PESQUISADORES:

F1) Manual para Coordenadores Pesquisador Visitante Especial – PVE (Brasília Junho 2015)

 http://www.cienciasemfronteiras.gov.br/c/document_library/get_file?uuid=a79d7594-41c7-4939-895b-c33160cf3581&groupId=214072

LINKS: 

A) https://books.google.com.br/books?id=QygFDAAAQBAJ&pg=PT206&lpg=PT206&dq=citizen+journalism;+mobile+news;+student;+Twitter&source=bl&ots=vzNze8wMXX&sig=OBD8zCdfAbT7OmaHrGvfGcNrd8E&hl=pt-BR&sa=X&ved=0ahUKEwi8x_O4_abVAhUBOJAKHdMyBXUQ6AEIWTAG#v=onepage&q=citizen%20journalism%3B%20mobile%20news%3B%20student%3B%20Twitter&f=false

B) FEATURED | Semantic Content Generation for News Domain by Rahul Guhathakurta

https://www.indrastra.com/2015/10/FEATURED-Semantic-Content-Generation-for-News-Domain-by-0348.html

C)João Toss Molon: Semantic in Plone putting meaning in Communities of Practice: 

https://www.youtube.com/watch?v=mxSLBSJSESE

C) Media Convergence Facilitator Roberto García1*, Ferran Perdrix1,2, Rosa Gil1 , Marta Oliva1 1 Departament d'Informàtica i Enginyeria Industrial,

http://www.websemanticsjournal.org/index.php/ps/article/view/149/147

D) Ontological Infrastructure for a Semantic Newspaper - 2006

http://www.image.ntua.gr/swamm2006/resources/paper07.pdf

E) It's an annual workshop - we should go for 2017

 
F)  This standard is of great interest to our work - it is used by the main News Agencies around (AFP, AP, Reuters, etc.)
https://iptc.org/standards/newsml-g2
 
G) ICSC-SMM'16 is the fifth International Workshop on Semantic Multimedia. The aim of the workshop is to promote the state-of-the-art researches regarding semantic multimedia

http://rvc.eng.miami.edu/icsc_smm16/index.html

 
 

JeromeDL is a Semantic Digital Library engine. It uses Semantic Web and Social Networking technologies to improve browsing and searching for resources. With JeromeDL’s social and semantic services every library user can bookmark interesting books, articles, or other materials in semantically annotated directories. Users can allow others to see their bookmarks and annotations and share their knowledge within a social network. JeromeDL can also treat a single library resource as a blog post. Users can comment the content of the resource and reply to others’ comments and this way create new knowledge. All data stored in the library is available in RDF format for querying and processing by other applications. Also the result of every search or browse action is immediately available as a link to RDF. Innovative MBB (MultiBeeBrowse) component offers multifaceted navigation and provides SOA for integration with other applications. TagsTreeMaps allows to easily filter out resources using clustered tags and presented with treemaps layout. Users can also navigate through the presented search results using SIMILE Exhibit component. The home page of the project is http://www.jeromedl.org and a demo can be found at http://bleedingedge.jeromedl.org.

Página 1 de 2

Quem está Online

Temos 39 visitantes e Um membro online

  • medeiros

Palavras-chave

Buscar