PROJETO DE PESQUISA– Versão 6.0 - 24 de Outubro de 2013 -

Resumo                                       

O objetivo principal da pesquisa é investigar as possíveis mudanças nos processos de aprendizagem de usuários, a partir de conceitos como literacias digitais, e do acesso e uso da informação interativa em redes sociais, e que ambas possam promover melhores condições de vida e bem estar de uma comunidade. Tais mudanças possíveis referem-se, sobretudo, à busca da conquista da cidadania, ocorrida nos indivíduos que portam dispositivos de comunicação móvel inteligentes, medidos por tutores.

O estudo foca uma questão recente da sociedade da informação, quando dispositivos móveis, como o celular, chegam à mão de pessoas com carência de recursos matérias e cognitivos, seja pela falta de acesso a informações de utilidade pública, habilidade de uso das tecnologias ou analfabetismo funcional. Assim, propõe-se realizar diagnósticos com base na observação do acesso, uso, busca e difusão da informação, com foco em conteúdos existentes na Internet e produzidos pelo cidadão, para si ou sua comunidade.

A preparação, execução, análise e interpretação dos dados terão como referencial teórico obtido dos conceitos extraídos da revisão da literatura, que fundamentam os aspectos relevantes da pesquisa, os quais servirão de base para discutirmos as possíveis mudanças detectadas no indivíduo ou usuário, e, se possível, na sua comunidade, a partir do uso e apropriação das Tecnologias da Informação e Comunicação - TIC, bem como seus impactos sociais. 

A proposta metodológica pretende construir um conjunto de indicadores de impacto social das TIC, e a partir daí uma sistemática de métrica ou um modelo avaliativo com base na percepção do usuário e no seu desempenho frente à sociedade da informação, e que possa responder ao conjunto de perguntas e indagações. Assim se espera medir ou estimar como as TIC podem contribuir para transformações cognitivas e sociais, tanto na esfera do indivíduo como de sua comunidade. A partir de técnicas de pesquisa distintas e híbridas e como escolha a metodologia qualitativa, pretende-se aproximar do processo de comunicação da informação e aprendizagem na Sociedade em Rede Móvel.

A investigação será feita em duas etapas: inicialmente, um levantamento de campo entre participantes ditos excluídos digitalmente, e após a participação destes em 4 (quatro) oficinas presenciais, em período de 90 (noventa) dias.O questionário deverá ser respondido por participantes (usuários) de redes sociais de uma região geográfica, no caso específico, moradores de uma área em estado de vulnerabilidade social no Distrito Federal. Durante o período de avaliativa da comunidade aprendizado virtual será aplicado três grupos focais nos participantes, gestores e lideres comunitários. 

1.1      Objetivos da Pesquisa

 O objetivo principal da pesquisa é coletar, acompanhar, analisar e interpretar informações a fim de investigar as possíveis mudanças nos processos de aprendizagem de usuários[1], tendo como referência o conceito literacias digitais, a partir  do acesso,   uso e produção da informação em redes sociais que promovam melhores condições de vida e bem estar de uma comunidade. Tais mudanças referem-se, sobretudo, na busca da conquista da cidadania, possivelmente, nos indivíduos que portam dispositivos de comunicação móvel. A investigação será feita com base em levantamentos de campo, com aplicação de questionários e grupo focais entre indivíduos antes excluídos digitalmente[2], posteriormente, incluídos pela participação de oficinas, treinamento, capacitação ou  interatividade  em redes sociais.

Os objetivos específicos definidos desta pesquisa-ação:

a)Capacitar os participantes no uso de TIC e no acesso, uso e produçãoinformação em ambientes presencial e  virtual de aprendizado;

b)identificar possíveis  diferentes categorias literacias digitais pelo desenvolvimento e apropriação dos usuários que participam de oficinas voltadas para uso das TIC;

c)Avaliar as transformações que se operam quando o usuário é capaz de avaliar, usar, buscar e difundir a informação pela interatividade em uma rede social a partir dispositivos móveis;

d)Verificar se é possível a conquista de melhores condições e bem estar dos usuários que desenvolveram literacias digitais por meio de oficinas e acesso à informação pela interatividade em redes sociais.


[1] Entende-se por usuário nesta pesquisa o mesmo significado de PROSUMERS, um termo origina do inglês que provém da junção de producer (produtor) + consumer (consumidor) originalmemte cunhado por Alvin Tofler, e atualmente ligado a todos os participantes da WEB 2.0, onde todos podem produzir e consumer, simultaneamente (PASSARELLI; JUNQUEIRA, 2012).   

[2] Para efeitos desta pesquisa, considera-se um indivíduo excluído digitalmente, se o mesmo não passou por qualquer processo de inclusão digital, que permita acesso e uso das TIC, e não esteja usufruindo dos benefícios trazidos por essas tecnologias.  

1.2      Asserções

            Temos como asserção/hipótese inicial a possível existência de mudanças na percepção e na atitude dos usuários que utilizam, de maneira frequente, os dispositivos “comunicacionais” móveis, pela interatividade nas redes sociais, e alterações na forma e na velocidade da literacia digital. A segunda hipótese aponta para mudanças nos comportamentos destes usuários frente as suas necessidades sociais e busca do bem estar.  A questão que nos interessa está centrada no exame do fenômeno do comportamento, no universo do indivíduo frente às TIC (cibercultura), como elemento dinamizador de mudanças estruturais pelo uso das informações e as relações sociais como atores em rede (VIEIRA, 2008; LEMOS; JOSGRILBERG, 2009).

1.3      A questão principal da Pesquisa

            A questão geral da pesquisa circunscreve-se, basicamente, sobre a análise, discussão e avaliação da alfabetização e literacia digital, interatividade em redes, e possível inclusão social de usuários, pela crescente incorporação das TIC, dispositivos móveis, particularmente o celular, nos meios urbanos, ou seja, o impacto na vida do indivíduo que almeja pertencer a esta nova sociedade. O objeto de pesquisa é o usuário como é definido aqui nesta pesquisa (produtor e consumidor), beneficiário deste processo, uma vez que existe uma série de questionamentos quanto ao sucesso destas ações.

1.4 Justificativa

A intevenção proposta é uma das maneira de propiciar a transformação social desejada pela UnB, por meio de uma atividade de extensão. Vamos em busca de entender o que a Internet e as redes sociais estão fazendo conosco, notadamente, com os nossos processsos de aprendizagem e, possívelmente, como as nossas maneiras de ensinar e educar.

A capacitação adotará a estratégica de aprendizagem em problemas e utiliza as experiencias práticas dos tutores (alunos de computação) e multiplicadores (universitários) como fator motivador dos indivíduos das redes sociais físicas. Os participantes, multiplicadores e coletividade, serao convidados a refletirem sobre os conceitos e suas possibilidade de aplicação para melhoria da qualidade de vida e a conquista da cidadania.

Coma a capacitação busca-se promover a alfabetização digital, uso de computadores, competência em informação, uso de dispositivos móveis, comunicação electronica, manipulação e transferência de documentos,, criação e produção de conteúdos voltados para os cotidianos dos participantes, publicação na Internet voltadas para resolução de problemas do cotidiano do indivíduo e de sua comunidade.

3. METODOLOGIA 

3.1      Universo e Publico Alvo

            O projeto de pesquisa terá como universo o espaço físico e virtual de  2 (duas) regiões administrativa (RA) do Distrito Federal, onde a presença de usuários adultos de redes sociais (não virtual)  é um ambiente propício às literacias digitais emergentes pode ser comprovada na fase inicial do estudo. Supõem-se que tais situações ocorrem em algumas das cidades (dormitórios) das regiões metropolitanas ou entorno de grandes centros, e como exemplo, nas demais cidades satélites menos desenvolvidas e economicamente do DF. Deve-se compreender que existem um pano de fundo onde várias questões cognitivas, comportamentais, sociais e culturais, algumas já explicitadas por pensadores do Ciberespaço (LEMOS; JOSGRIBERG, 2009; SANTAELLA, 2010; RIBEIRO, 2012).

Para delimitar-se o escopo do universo, utilizar-se-á os seguintes critérios, cujas opções iniciais são:

            a) quanto ao caráter: individual, ficando em segundo plano a          comunidade e o regional ou local.

            b) quanto a sua natureza, comunitário, ou seja, o de massa será             descartado;

            c) quanto a sua natureza técnica, ou seja, impresso, de difusão (rádio,    televisão), digital (Internet), aqui com certeza este último; e,

d) quanto ao temático/disciplinar, por exemplo, o cultural, o científico        associados com a tecnologia, o econômico, ou o educacional e social, a opção será pelos dois últimos. 

A seguir o perfil é recomendado para os participantes da capacitação, interatividade e avaliação da Pesquisa:

a) Adultos maiores de 21 anos;

b) Conhecimento de mínimos de uso de celulares simples;

c) Alfabetizados ou primeiro grau (completo ou incompleto);

d) Ser, preferencialmente, assinantes de serviços celulares pré-pagos (para não incorrer em distorções da pesquisa);

e) Ter disponibilidade de tempo para cumprir as tarefas referentes às atividades durante 60 (sessenta) dias da Pesquisa de campo.

 

 

3.2 Pagamento de bolsas de extensão (Rubrica gerida pelo DEX) 

Beneficiário:

 

Descrição das atividades:

Valor unitário

     (R$400,00)

Valor Total(R$)

10 Universitários da UnB moradores de RA de baixo IDH. A bolsa terá uma duração de 90 (noventa) dias.

Multiplicador com atuação direto em comunidades em estado de vulnerabilidade social com apoio de praticaa pedagógicas e suporte pelas TIC. Cada multiplicador terá a responsabilidadade de formar uma rede social física com no nomínimo 5 (cinco) adultas, maiores de 21 anos, de pessoas de sua comunidade local.

R$400.00

12.000,00

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Segue uma parte do projeto de pesquisa que  fala dos tutores, ou melhor dos bolsistas. O período de atividades dos bolsistas será de 3 (três) meses, deve iniciar no final de Janeiro/2014, valor 400 reais, via Decanato de Extensão.

 

 

Pagamento de bolsas de extensão (Rubrica gerida pelo DEX) 

Beneficiário:

 

Descrição das atividades:

Valor unitário

     (R$400,00)

Valor Total(R$)

10 Universitários da UnB moradores de RA de baixo IDH. A bolsa terá uma duração de 90 (noventa) dias.

Multiplicador com atuação direto em comunidades em estado de vulnerabilidade social com apoio de praticaa pedagógicas e suporte pelas TIC. Cada multiplicador terá a responsabilidadade de formar uma rede social física com no nomínimo 5 (cinco) adultas, maiores de 21 anos, de pessoas de sua comunidade local.

R$400.00

12.000,00

-------------

Execução do Projeto

segunda etapa,  a execução propriamente dita, compreende várias atividades, iniciada com a realização de 4 (quatro) oficinas de treinamento dos tutores, complementados com o treinamento via EAD/Moodle, e um seminário final com o Grupo de Trabalho de Pesquisa. As investigações se centrarão, principalmente, nos usuários de celulares das  regiões administrativas já definidas, grupo de participantes escolhidos destas regiões  receberam capacitação ou qualificação de uso da tecnologia pela mediação de um TUTOR.

O papel dos tutores

As atividades previstas de treinamento dos tutores compreende  4 (quatro) Módulos presenciais e 60 horas de ensino a distância, e visam atender às necessidades de capacitação e habilidade para o papel de  tutores no uso das  TIC. Os principais  conteúdos dos módulos são mostrados a seguir:

MÓDULO I – Apresentação dos componentes do  Grupo de Trabalho da         Pesquisa – GTP;    Identificação das ferramentas e plataforma tecnológica a serem usadas na pesquisa (Moodle); Início do Curso de Microinformática    via EAD; e o início da elaboração da Proposta do Plano de Atividades.

MÓDULO II – Apresentação do Projeto de Pesquisa; Objetivos e Justificativa da Pesquisa; Referencial teórico; Elaboração de uma proposta de trabalho         para mobilização das redes sociais físicas das duas RA escolhidas.

MÓDULO III – As TIC e o Celular (Smartphone); Sites de redes sociais;           Funcionalidades dos celulares para inclusão informacional; Aprovação do       Plano de Atividades. Apresentação do Termo de Referência.

MÓDULO IV – Apresentação da Metodologia de Trabalho de Campo;    Instrumentos de Avaliação; Práticas de campo; e Elaboração e aprovação do        Termo de      Referência (TR).

 A parte mais importante da execução do projeto é iniciada com a interatividade dos participantes,  mediação dos tutores, e a realização de oficinas e encontros dos participantes nas redes sociais físicas promovidos pelos tutores e, incluindo a mobilização da rede social física, apoiadas em tecnologias. A indicação dos candidatos a participantes será feita pelos  10 tutores (estudantes) do Projeto de Pesquisa, Os nomes dos 50 (cinquenta) participantes serão aprovados pelos Coordenadores do Projeto de Pesquisa. Os tutores serão responsáveis pelas formação de cada rede social, acompanhados pelos coordenadores do Projeto.  

A supervisão da execução do Projeto de Pesquisa ficará a cargo Decanato de Extensão; do Grupo de Trabalho da Pesquisa, do CIC/UnB; Coordenadores do Projeto. E teremos o apoio dos responsáveis pelo portal; provedores de telecomunicações; apoiadores; parceiros e dos 10 tutores. O CEDEP será o ponto focal físico da Pesquisa.

O diagnóstico execução se realizará através da aplicação pelos TUTORES  de  questionários e a assinatura de termo de consentimento dos participantes para a   pesquisa. A resposta aos questionários acontecerão no início e ao final do período interatividades presenciais e virtuais. Os participantes de redes sociais físicas, moradores de duas áreas em estado de vulnerabilidade social no Distrito Federal responderão as questões de forma objetiva e clara. A segunda parte do diagnóstico compreende  a aplicação de grupos focas entre os participantes ao final período de interatividade,  em  cada  uma comunidade de aprendizado virtual. O foco principal ou interesse neste projeto são portadores de celulares da classe C, anteriormente com restrito acesso à comunicação fixa, seja pelo uso dos telefones residenciais, públicos ou comerciais.

O Termo de Referência (TR) elaborada como parte deste Projeto de Pesquisa, com participação do Grupo de Trabalho da Pesquisa, mostrará como a será a estratégia de pesquisa será executada. Incluindo uma aplicação de um questionário inicial, desenvolvimento de 4 (quatro) oficinas presenciais com  os tutores, complementada com EAD, e aplicação de questionários   e realização de 10 (dez)  grupos focais com os participantes.

 

Qualquer dúvida, favor chamar-me.

Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.//9968-0789-9557-2185

 


Adicionar comentário

 


Código de segurança
Atualizar

Quem está Online

Temos 49 visitantes e Nenhum membro online

Palavras-chave

Buscar