O princípio da razão duranteNova Teoria da Comunicação III - Tomo II

Ciro Marcores Filho. PAULUS. São Paulo. 2011.

A Europa dos anos 1920 assistiu ao surgimento da indústria cultural, da fabricação am alta escala de artisitas, de ídolos políticos, de movimentos sociais estimulados pelos grandes meios de comunicação de massa. Com o surgimento da socieadade do glamour e do espetáculo, a política agora passa a ser feita pelo show. Os primeiros teóricos e críticos dessa nova era serào Horkheimer, Adorno e Benjamin, que vão denunciar seu caráter tanto sedutor como perverso. Finda a guerra, é Harbermas que retorna a crítica política. Mas a televisão e, depois, a Internet serào estudads por outros críticos alemães, como Anders, Kittler e Kamper, que, influenciados pela denúncia da técnica empreendida por Heidegger, trazem a discussão para os tempos atuais.

(Contra capa) 

A NOVA CRÍTICA ALEMÃ

7A. VILÉM FLUSSER

Vilém Flusser, apesar de ter nascido em Praga e seus antepacados terem habitado a cidade por mais de mil anos, foi educado na cultura alemã e, segundo suas palavras, há muito tempo participa ativamente nessa cultura. Pode-se considerá-lo, portanto, membro da geração de críticos alemães da comunicação, da mesma forma ccomo autores citados precedentemente.

 


Quem está Online

Temos 46 visitantes e Nenhum membro online

Palavras-chave

Buscar