Clovis de Barros Filho & Leandro Karna. Campineas, SP: Papirus 7 Mares, 2016. ISBN 978-85-61773-89-2.

"A praia do Nordeste é perfeita não porque aquele instante possa ser permanente, mas porque ele é fugaz. Assim como a flor de verdade é superior à flor de plástico, ainda que esta possa ser mais firme, mais duradoura e até, numa foto, se mostrar mais bonita que a flor dita verdadeira." (pg. 33).

"A sociedade não nos deixa descarrilhar na hora de falar  sobre nós mesmos. E se porventura eu disser que me acho, ou mais do que isso, que sou o melhor professor do mundo, a punição social será imediata. Talvez eu nem me atreva a pensar dessa forma, porque a galhofa será imediata. E se, por acaso, expuser isso na internet , então o massacre será imediato"(pg. 51). 

"E depois de todo este debate, caro leitor, estimada leitora, você se sentiu mais feliz? A pergunta é complexa. É frase comum que a ignorância é uma benção, no sentido que produz pouca consciência dos problemas. Mas há que se ressaltar  sempre: a pessoa que não toma consciência de problemas também não está inteirada das soluções e da felicidade. Assim, ignorância pode evitar a felicidade, mas não garante felicidade. No máximo, o ignorante é o ser "morno", aquele que os religiosos chamavam de de tíbio, almas que na mitologia de Dante na Divina comédia, não entram no céu nem no inferno. Tíbios estão fora do furor do demônio e longe do amor de Deus. São os exilados dos dois reinos " (pg. 80).  

 


Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Quem está Online

Temos 54 visitantes e Nenhum membro online

Palavras-chave

Buscar