Brasília, 5 – O Brasil fechou o mês de julho de 2013 com 350 milhões de acessos de telecomunicações, incluindo os serviços de telefonia fixa, celular, banda larga e TV por assinatura. De acordo com balanço da Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil), de julho de 2012 a julho de 2013, 16,3 milhões de novos acessos foram ativados, o que representa um crescimento de 5% no período. A evolução do setor é tão significativa que a cada dia 45 mil novos acessos foram adicionados à base.
 
             
 
 
A banda larga foi o segmento que mais evoluiu no período, com 39% de crescimento em relação a julho de 2012. O Brasil já conta com 110 milhões de acessos, sendo 88,7 milhões de banda larga móvel e 21,4 milhões de banda larga fixa. Entre julho de 2012 e julho de 2013, a banda larga móvel expandiu 47,6% em número de acessos e a banda larga fixa cresceu 12,4%.
 
A telefonia móvel apresentou crescimento de 4% no período, com 10,6 milhões de novos chips ativados. Em julho deste ano, o Brasil contabilizou 267 milhões de telefones móveis. A telefonia móvel está presente em todos os municípios brasileiros e há competição entre pelo menos três prestadoras em cidades que concentram 87% da população do Brasil. As redes de terceira geração (3G), que permitem conexão à internet em banda larga móvel, estão operando em 3.414 municípios, onde moram 89% dos brasileiros.
 
No Brasil, existem hoje 61.466 antenas de telefonia móvel, que dão suporte aos serviços de celular e banda larga móvel. Nesse período de doze meses, 4.953 novas antenas foram instaladas, o que representa 9% de crescimento da infraestrutura.
 
A telefonia fixa também apresentou evolução, alcançando 44,6 milhões de acessos. De julho de 2012 a julho de 2013, 1,2 milhão de novas linhas de telefones fixos foram ativadas, com crescimento de 3%. A telefonia fixa está presente em 40 mil localidades e apresenta um dos maiores índices de competição do mundo, com 34% de participação das autorizatárias na base total de clientes. 
 
As redes das concessionárias de telefonia fixa que permitem a oferta de serviços de banda larga chegam a todos os municípios brasileiros. Essa infraestrutura permitiu a realização de um dos maiores programas de inclusão social – o Banda Larga nas Escolas – pelo qual as prestadoras levam internet rápida gratuita a 66 mil escolas públicas urbanas.
 
O serviço de TV por assinatura (SeAC), por sua vez, cresceu 15% no período, chegando a 17 milhões de acessos. De julho de 2012 a julho deste ano, 2,2 milhões de novos assinantes entraram na base de clientes dos serviços de TV paga.
 
Essa expansão acelerada mostra o empenho do setor de telecomunicações em atender à forte demanda dos brasileiros por serviços cada vez mais modernos. As empresas também estão investindo pesado, especialmente em ações de melhoria da qualidade dos serviços. No primeiro trimestre de 2013, foram investidos R$5 bilhões, 4% a mais que o mesmo período do ano passado.
 
A Telebrasil entende que os investimentos necessários a essa evolução devem continuar a ser incentivados, com medidas de desoneração tributária e regras que facilitem a instalação de infraestrutura e estimulem o surgimento de novos modelos de negócios.
 

Assessoria de Imprensa TELEBRASIL
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo." target="_blank" style="color:rgb(17, 85, 204)">Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
(61) 2105-7455 / (61) 2105-7457


Entre com seu usuário para poder postar um comentário.

Parceiros

Bitugo Investimentos

Quem está Online

Temos 77 visitantes e Nenhum membro online

Palavras-chave

Buscar